UTILIDADE PÚBLICA

Quantidade de casos de pessoas com hepatite A na cidade de São Paulo é nove vezes maior do que no ano passado

Um surte de hepatite A está afetando a cidade de São Paulo neste ano. Segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde, até 16 de setembro, 517 casos da doença haviam sido registrados. Comparado ao mesmo período do ano passado, apenas 54 casos tinham sido notificados.

Por enquanto, a epidemia de hepatite A está concentrada na capital paulista, que é responsável de mais de 90% dos casos de pessoas infectadas no Estado, em 2016 a participação era menor, com apenas 40% dos registros.

Apesar de ser considerada menos grave do que as demais hepatites, a do tipo A causa inflamação no fígado e é uma virose de fácil contagio, basta o contato com as fezes de alguém com a doença ou alimentos e água contaminados.

Conforme divulgado pela secretaria, de todas as notificações neste ano, apenas dois pacientes foram a óbito e quatro casos tiveram o comprometimento do órgão, necessitando de um transplante de fígado.

Transmissão por relação sexual

Outro meio que pode fazer com que a doença seja transmitida são as relações sexuais orais e anais sem o uso de preservativos. Descuidos com a higiene podem aumentar ainda mais a contaminação.

Segundo a médica Geraldine Madalosso, da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, o aumento dos casos pode ser relacionado aos relacionamentos homossexuais, já que a incidência da doença é maior entre jovens de 20 a 39 anos que tenham relações sexuais com outros homens.

Prevenção

A vacina contra a condição está disponível pelo Sistema Único de Saúde para crianças entre 1 e 2 anos e pessoas com vírus HIV. Porém, qualquer pessoa pode ter acesso ao imunizante na rede particular.

Lavar as mãos antes de comer e preparar as refeições podem ser algumas das medidas de prevenção da hepatite A. Além disso, evitar o consumo de alimentos crus, beber apenas água potável, e praticar sexo anal e oral sempre com o uso de preservativos são outras dicas que ajudam a evitar a doença.

Fonte: Saúde-iG

Anúncios

OS BENEFÍCIOS DE SE INGERIR FRUTAS DIARIAMENTE

OS BENEFÍCIOS DE SE INGERIR FRUTAS DIARIAMENTE

Frutas 1

Todos nós sabemos que as frutas fazem um bem enorme à saúde. Então, vamos nos esforçar para consumi-las diariamente porque os benefícios são esses aí, ó: 

  1. Poder saborear os mais variados tipos.
  2. Fornecem energia.
  3. Hidratam o corpo.
  4. Deixam a pela mais bonita.
  5. Ajudam a absorver nutrientes.
  6. Preservam a memória.
  7. Incrementam as refeições.
  8. Fornecem vitamina C.
  9. Reduzem o apetite.
  10. Controlam o colesterol.

Aqui em casa, não passamos um dia sem elas. Já compramos bastante, cortamos para saladas de frutas, para consumi-las individualmente, para sucos, vitaminas, com sorvetes ou até mesmo como acompanhamentos das refeições.

Frutas 1

Aproveite e veja quais as frutas desta estação (Primavera) – mais saborosas, mais baratas e com menos agrotóxicos.

  • Maracujá
  • Laranja-pera
  • Tangerina murcot
  • Banana-prata
  • Acerola
  • Mamão papaia
  • Jabuticaba
  • Pêssego
  • Lima
  • Caju
  • Nectarina
  • Tâmara
  • Melão
  • Uva Thompson
  • Maçã Fuji.

CARDÁPIO CULINÁRIO DE DOMINGO

CARDÁPIO DE DOMINGO (by maridão)

Hoje, foi ele quem assinou o cardápio do almoço. Ele adora cozinhar, e eu mais ainda de descansar do fogão. Vamos às receitas?

FILÉ DE PESCADA BRANCA

👉1 quilo de pescada branca sem espinhas.

👉 Meio quilo de batatas cozidas e cortadas previamente.

👉 2 a 3 tomates.

👉 1 cebola.

👉 Temperos: chimichurri, orégano, sal e azeite a gosto.

Tempere os filés com sal, limão e faça rolinhos. Forre uma assadeira refratária com tomate, cebolas; vá intercalando com os rolinhos de filé e as batatas. Espalhe os temperos e termine com as rodelas de cebola e tomate. Leve ao forno por uns vinte minutos para cozer os filezinhos. Regue com bastante azeite.

BERINJELA COM QUINOA

Corte duas berinjelas em cubinhos bem pequenos. Use os mesmos temperos do filé de pescada e cubra por inteiro com a quinoa para ficar tostadinha. Leve ao forno por aproximadamente 20 a 30 minutos.

Refeição leve, saudável, saborosa, nutritiva e bem apropriada para um domingo preguiçoso. Façam e depois me contem o resultado.

#ficaadica #dicaculinária #gastronomia #maridãonacozinha #grandchefdecuisine #refeiçãosaudável #nutrição #dicassaudáveis #quinoa #legumes #peixe #filédepescada #pescadabranca #adorolegumesevegetais #homesweethome #domingãopreguiçoso #papodedonadecasa #amotudoisso #instadicas #lowcab.

LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS (LER OU DORT)

Lesão dos esforços repetitivos (LER) ou Distúrbios osteoarticulares relacionados ao trabalho (DORT), sinais, sintomas, tratamento e prevenção (Por Saúde da Mulher)

images

Imagem: Google

Todos nós sabemos o quanto a vida moderna é corrida, repleta de desafios, compromissos e exigem de nós, principalmente das mulheres, inúmeros desafios. Levantar cedo, preparar mochila e lancheira das crianças e colocá-las no braço ou no punho para levá-las à escola, carregar sacolas de supermercado, esfregar roupas, passar ferro, trabalhar horas a fio sentadas no escritório ou em casa, pegar peso, voltar do trabalho, preparar o jantar, lavar a louca, ufa!!! Enfim, é uma série de atividades realizadas diária e constantemente, com esforços repetitivos, que podem ocasionar a chamada LER ou DORT. Saiba o que é lendo o post abaixo, produzido pelo site A Saúde da Mulher.

“O LER – Lesão por Esforços Repetitivos, que há pouco tempo foi renomeado para Distúrbios Osteoarticulares (DORT) relacionados ao trabalho, é uma doença osteoarticular que afeta articulações e estruturas anatômicas associadas às articulações, por mau uso ou uso excessivo destas, geralmente relacionado ao desenvolvimento de atividades laborativas (trabalho).

De maneira resumida, o atrito constante sobre um grupo articular e muscular desgasta-o,  não oferecendo prazo para que o organismo o recupere, surgindo o problema.

O LER ou DORT possui tropismo especial (preferência) pelas articulações do punho, mãos, ombros, braços, vértebras cervicais (do pescoço) e região dorsal, principalmente na porção lombar.

A pessoa que desenvolve LER adquire uma inflamação articular que atinge a articulação e regiões subjacentes, onde os tendões, bem como os nervos, são afetados. Por ser o LER uma situação clínica, temos algumas condições que estão associadas a estas lesões por esforço repetitivo.

– Tendinite: inflamação dos tendões, principalmente nos tendões que passam no túnel do carpo, localizado no punho.

– Tenossinovites: inflamação da capsula sinovial das articulações, local que contém um líquido que lubrifica a cartilagem.

– Epicondilites: inflamação da superfície óssea, que se desloca durante a movimentação da articulação.

– Bursites: inflamação das bursas, que são bolsas que ficam entre o osso e os tendões musculares, atuando como um amortecedor e redutoras de atritos.

– Cistos sinoviais: presença ou formação de um corpo estranho ao líquido sinovial.

– Dedo em gatilho: condição em que as contenções fibroelásticas dos dedos inflamam e o tendão não consegue se movimentar. O dedo fica flexionado, igual se fosse puxar um gatilho, originando o nome.

– Compressão de nervos: como na osteoartrite, lesões articulares podem comprimir estruturas nervosas, causando dor difusa e referida, associada à parestesia.

– Síndrome do túnel do carpo: consiste na inflamação dos tendões que passam no punho e comprimem o nervo medial, causando dor intensa e incapacitante em e queimação, associada à parestesia local. Ou seja, dificuldade em manusear objetos.

Quais são os sinais e sintomas das lesões por esforço repetitivo (LER)?

– Dor localizada.

– Presença de nódulos, cistos, inchaço.

– Paralisação total ou parcial com sensação de anestesiado (paralisia e parestesia).

– Sinais inflamatórios: calor, vermelhidão e edema.

– Perda funcional

Como é feito o diagnóstico de LER?

Através de exame clínico e de imagem, principalmente com auxílio de tomografia computadorizada, ultrassonografia, ressonância magnética e eletroneuromiografia.

Como é feito o tratamento do LER ou DORT?

O tratamento contra o LER pode ser feito de forma clínica com o uso de anti—inflamatórios, analgésicos e fisioterapia, ou, em casos mais avançados, com cirurgia.

Existe prevenção contra o LER?

A prevenção do LER engloba um conceito conhecido como ergonomia, que consiste em adaptar o meio de trabalho às características anatômicas e fisiológicas do ser humano, de forma que o trabalho e todos os objetos relacionados a ele não causem dano ou injúria ao indivíduo.

Investir no bem-estar é promover saúde!”

Fonte:  Guia Saúde da Mulher.

 

 

O FEIJÃO E A DISTENSÃO ABDOMINAL

O feijão e a distensão abdominal (Por Raiet Gebrin Nutricionista Funcional)

Distensão abdominal

Imagem: Google

Boa tarde!

Se você sofre de gases, inchaço, dor ou distensão abdominal, saiba o que fazer para se livrar desse incômodo com as dicas tão preciosas da querida nutricionista Raiet Gebrin 

“Vocês sabem o porquê que algumas pessoas quando comem feijão tem gases, inchaço e dor abdominal ? Por que, provavelmente, são pessoas que apresentam intolerância a rafinose, tipo de um carboidrato encontrado no feijão, fermentável pelas bactérias intestinais! Nesses casos precisamos tratar o intestino com bactérias boas e usar enzimas para melhorar essa digestão!! O consumo de feijão é excelente fonte de proteína vegetal, rico em minerais, e tem grande quantidade de fibras! Ele dá muita saciedade com menor teor de carboidratos quando comparado a cereais como arroz. Em aproximadamente 120 g de feijão encontramos a mesma quantidade de carboidratos que 30g de arroz integral!! O feijão junto com o arroz são proteínas que se completam!!

Segue algumas dicas para melhorar essa intolerância desagradável:

sabia que o feijão preto, fradinho, carioca e branco tem menor quantidade de rafinose?
– deixe o feijão de molho por no mínimo 10 horas e despreze a água.
– procure não consumir na mesma refeição outro alimentos fermentáveis como repolho, brócolis, e couve-flor.

Se mesmo assim essa intolerância continuar, trate seu intestino. Hipócrates, considerado o pai da medicina moderna, já dizia há mais de 2 mil anos que todas as doenças começam no intestino. Procure um nutricionista funcional e volte a comer feijão, não ache tudo normal, cuide-se!!! Aquele abraço!!”

Obrigada pelas informações e pelos esclarecimentos, Raiet. Um abraço!

PARA REFLEXÃO

Não se preocupe, *se ocupe.*
Ocupe seu tempo, ocupe seu espaço, ocupe sua mente.
Não se desespere, *espere.*
Espere a poeira baixar, espere o tempo passar, espere a raiva desmanchar.

Não se indisponha, *disponha.*
Disponha boas palavras, disponha boas vibrações, disponha sempre.

Não se canse, *descanse.*
Descanse sua mente, descanse suas pernas, descanse de tudo.

Não menospreze, *preze.*
Preze por qualidade, preze por valores, preze por virtudes.

Não se incomode, *acomode.*
Acomode seu corpo, acomode seu espirito, acomode sua vida.

Não desconfie, *confie.*
Confie no seu sexto sentido, confie em você, confie em Deus.

Não se torture, *ature.*
Ature com paciência, ature com resignação, ature com tolerância.

Não pressione, *impressione.*
Impressione pela humildade, impressione pela simplicidade, impressione pela elegância.

Não crie discórdia, *crie concórdia.*
Concórdia entre nações, concórdia entre pessoas, concórdia pessoal.

Não maltrate, *trate bem.*
Trate bem as pessoas, trate bem os animais, trate bem o planeta.

Não se sobrecarregue, *recarregue.*
Recarregue suas forças, recarregue sua coragem, recarregue sua esperança.

Não atrapalhe, *trabalhe.*
Trabalhe sua humanidade, trabalhe suas frustrações, trabalhe suas virtudes.

Não conspire, *inspire.*
Inspire pessoas, inspire talentos, inspire saúde.

Não se apavore, *ore.*
Ore a Deus!

Texto de Bruno Pitanga, Doutor em Neurociência. 

MUDANÇA NO CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO DE 2017

CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO DE 2017

Todo o ano eu faço questão de lembrar da importância da campanha de vacinação para as mamães, papais, vovôs, vovós, titias e titios, ou seja, todo o responsável por cuidar de crianças e de adolescentes. Além das vacinas habituais, dadas nos primeiros anos de vida, não se esqueçam de outras muito importantes, como é o caso da vacina contra HPV, Hepatite e Meningite. É dever zelar pela nossa saúde já na mais tenra idade. Compartilhem também!

Nenhum texto alternativo automático disponível.

 

 

AS FORMAS MAIS COMUNS DE ACIDENTES DOMÉSTICOS

Por DDS (Diálogos de Segurança On-line)

 

Acidentes-Domésticos-na-Infância

Imagem: brnotícias.com

 

“Nosso lar deve ser um local seguro. A falta de cuidado e atenção podem fazer com que ele se transforme em um local perigoso. As estatísticas indicam que acidentes fatais no lar são mais frequentes do que imaginamos.

 

As formas mais comuns estão ligadas a quedas, queimaduras, envenenamento, choques, asfixia.

 

Agora pense em como os pontos a seguir se aplicam a sua casa.

 

Quedas

 

A maioria das quedas ocorre em casa. 

 

Ninguém está livre de uma queda. Mas você pode prevenir tomando alguns cuidados:

 

– Coloque corrimãos firmes (se possível, dos dois lados), fitas adesivas antiderrapantes nos degraus e interruptores de luz nas extremidades da escada.

 

– Mantenha as escadas desobstruídas, em boas condições e bem-iluminadas.

 

–  Coloque piso antiderrapante na cozinha, no banheiro e nas áreas de serviço.

 

–  Instale grade de proteção no alto da escada se houver crianças na casa.

 

 

Queimaduras

 

Na cozinha as panelas devem ficar com os cabos para dentro do fogão ou da mesa. Isso evita que crianças pequenas puxem os cabos, e o líquido quente caia sobre elas, causando graves queimaduras.

 

Em queimaduras, não use nenhum medicamento ou produto no local. No máximo, lave com água e procure socorro médico.

 

Nunca deixe uma panela com óleo esquentando no fogo enquanto vai fazer outras coisas. O risco de queimaduras e incêndio é muito grande.

 

Envenenamento

 

Não deixe substâncias tóxicas ao alcance das crianças.

 

Todos os produtos de limpeza, pesticidas, medicamentos e produtos de beleza devem ficar guardados em armários e gavetas, trancados com chave, longe do alcance das crianças.

 

Produtos inflamáveis, como álcool ou removedores, devem ser mantidos longe do fogo.

 

Choques

 

Não conserte antenas ou aparelhos elétricos de forma improvisada, sem conhecimento técnico.

 

Ao trocar lâmpadas, desligue a chave geral ntes de fazer a troca.

 

Não deixe as crianças mexerem em tomadas.

 

As tomadas devem possuir protetor, e os fios dos eletrodomésticos devem ficar ocultos, evitando assim que a criança leve choques elétricos.

 

Asfixia

 

O envenenamento por monóxido de carbono provocado por aquecedores domésticos com defeito é muito comum. Representa  a maior causa de envenenamento no local de trabalho e em ambiente doméstico.

 

Para evitar os perigos do monóxido de carbono, peça que um profissional faça a manutenção regular de todos os aparelhos.

 

Atualmente existem diversos tipos de alarmes domésticos que detectam a presença de monóxido de carbono. Sempre tenha a máxima cautela ao usar aparelhos que podem emitir esse gás.

  • Verifique constantemente as condições de segurança de sua casa.
  • Não hesite em fazer consertos e melhorias.

Um lar seguro é responsabilidade de todos os que moram nele. “

Fonte: Diálogos de Segurança On-line